quarta-feira, 18 de abril de 2018

CAPITÃES DO CEGESP DA PMMA, REALIZAM ATIVIDADE PEDAGÓGICA E INTERCÂMBIO NA POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS



Os alunos do Curso de Especialização em Gestão de Segurança Pública – CEGESP, oferecido pela Academia de Polícia Militar Gonçalves Dias, em parceria com a Universidade Federal do Maranhão – UFMA, participaram de atividades pedagógicas e intercâmbio de estudos na Polícia Militar do estado de Minas Gerais. 

Na Academia de Polícia Militar, localizada no Bairro Prado. O objetivo das atividades pedagógicas dos capitães do CEGESP a instituição é conhecer a estrutura organizacional e operacional da PMMG e refletir quanto as possibilidade de gestão que podem ser adotadas na PMMA

Em seu primeiro dia de atividades, os alunos foram recepcionados pelo Comandante-geral da PMMG, Helbert Figueiró de Lourdes, em encontro realizado na Academia de Polícia Militar, localizada no Bairro Prado. O objetivo da visita dos capitães do CEGESP a instituição é conhecer a estrutura organizacional e operacional da PMMG e refletir quanto as possibilidade de gestão que podem ser adotadas na PMMA.


Sobre a visita, o Chefe da Divisão de Ensino da APMGD, Tenente-Coronel Washington Luís Gaspar Matos, relatou que "A equipe que está em Belo Horizonte é formada por futuros gestores da Polícia Militar do Maranhão e tem como objetivo buscar conhecimentos. Nosso propósito, também, é conhecer o Programa de Reestruturação da Polícia Militar de Minas, implementado pelo Comando-Geral, para que possamos levar estratégias positivas para nossa Instituição e, com isso, melhorar a segurança da nossa comunidade", Os oficiais maranhenses serão contemplados com um extenso cronograma de atividades que se estenderá até a sexta feira.

                       
                       



O coronel Raimundo Sá, Comandante da Academia de Polícia Militar Gonçalves Dias da PMMA e demais oficiais, agradecem aos oficiais, Cel Herbert, cmt da PMMG, pela recepção e apoio. Ao Cel Anderson cmt do CPC, Cel Giovane cmt do CPE e Cel Queiroz, pelas exposições, orientações, material didático, operacional e  aos demais oficiais e praças que contribuíram com a visita dos oficiais da PMMA.
Em entrevista concedida a reportagem SJNOTÍCIASMA, o coronel Raimundo Sá, comandante da Academia de Polícia Militar Gonçalves Dias, falou da vista técnica a Polícia Militar de Minas Gerais e da solenidade alusiva a entrega do Espadim aos cadetes que acontecerá nos próximos dias 26 e 27 de abril no Comando Geral da PMMA


Assista aqui entrevista

                                    Coronel Raimundo Sá comandante da APM


                             

                                           
                                            Operações Jornalísticas Investigativas Especiais
                                                                           OJIE




                                                                    Por: Stenio Johnny
                                                           Radialista/Repórter Investigativo
                                                                   RI/RPJ-MA 0001541

terça-feira, 17 de abril de 2018

SECRETÁRIO MÁRCIO JERRY COMEÇA A SENTIR O GOSTO AMARGO DA DERROTA ANTES DAS ELEIÇÕES


Na solidão, Jerry começa a sentir o gosto amargo da derrota

A eleição do secretário de comunicação e articulação política Márcio Jerry, parece que vai ficar guardada em um congelador para 2022. As informações que foram passadas ao Departamento de Jornalismo SJNOTÍCIASMA, dão conta que mesmo sem está candidato a deputado federal, o nome de Jefferson Portela continua na lista dos candidatos que seriam eleitos nas eleições 2018.

Segundo dois analistas políticos, o PC do B partido do governador Flávio Dino, iria eleger 02 deputados federais, Jefferson Portela em primeiro Lugar e Rubens Júnior em segundo. com a desistência de Portela, o PC do B só irá fazer um deputado federal que erá o deputado Rubens Júnior.

Para os dois analistas políticos a eleição de Márcio Jerry, está praticamente descartada e o próprio governo sabe disso. A rejeição de Jerry no eleitorado maranhense é altíssima, a maioria dos que vão votar com Flávio Dino não votam em Márcio Jerry.

Pesquisam indicam que Jerry é considerado o pior secretário do governo comunista. Está sem credibilidade com o povo maranhense, não é visto com bons olhos pela classe política, é detestado pela maioria dos secretários de Estado, assim como não é da confiança da maioria dos prefeitos e vereadores do Maranhão. 

A prova disso, o prefeito de Tuntum Cleomar Tema, amigo e um dos grande aliados de  Flávio Dino, vai apoiar o governador nas eleições para o governo do Estado, mais não dará apoio a candidatura de Jerry a deputado federal, apoiando por tanto a reeleição de Aloísio Mendes adversário político de Dino e de Jerry, porque sabe que a candidatura de Jerry não decolará.

A partir do mês de junho quando irá começar o pula, pula da barca furada comunista para o grupo Sarney ou para os demais grupos, tendo como principal grupo o da terceira via, Marcio Jerry vai começar a se sentir só e sem apoio dos seus "Aliados Políticos".

A guerra com Jefferson Portela deixou grandes sequelas na candidatura de Jerry 

Pelo andar da carruagem a eleição de Márcio Jerry está ficando cada vez mais difícil. Com a sua prepotência, arrogância e espírito de perseguição, o secretário conseguiu ficar intragável para alguns secretários do governo que o aturam mais não o suportam, da mesma forma a maioria dos prefeitos, políticos aliados do governo e se tratando do eleitorado maranhense nem se fala, a rejeição de Jerry é muito grande.

Os dois escândalos envolvendo secretários do governo, onde um deles é próprio Márcio Jerry, está enterrando a sua  candidatura. Jerry, que já estava sonhando com a Câmara Federal, sabe que o sonho acabou e o próprio governo reconhece, pois as pesquisas internas encomendadas por eles sem maquiamento e sem a imprensa tomar conhecimento, mostram a decadência do governo comunista e a derrota de Jerry nas urnas.

O secretário Márcio Jerry com o seu egocentrismo, prepotência e arrogância desta vez, como bom um Coveiro de Políticos, enterrou o sonho de Zé Reinaldo e Waldir Maranhão de  serem candidatos ao senado com o apoio de Flávio Dino, enterrou a liança entre Roberto Rocha e Flávio Dino e ainda conseguiu enterrar o sonho do secretário Jefferson Portela ser candidato a deputado federal pelo PC do B. 

Agora no desespero, Márcio Jerry parece está enterrando de vez a sua própria candidatura a deputado federal e ainda vai enterrar a eleição de Flávio Dino em uma cova especial  para o governo comunista, cavada pelo próprio Jerry.

Com tantos enterros a serem feitos por ele, o secretário Márcio Jerry vai terminar sendo contemplado com o troféu Coveiro Político do Ano




                                      
                                       Operações Jornalísticas Investigativas Especiais
                                                                         OJIE




                                                                  Por: Stenio Johnny
                                                           Repórter Investigativo
                                                                  RI/RPJ-MA 0001541

GOVERNO DO ESTADO INAUGURA SEDE DA SUPERINTENDÊNCIA DE HOMICÍDIO E PROTEÇÃO A PESSOA


Vice-governador Carlos Brandão e a cúpula da SSP-MA

Foi foi realizada na tarde da segunda-feira(17), solenidade de inauguração da nova sede da Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoa, localizada na avenida beira mar onde funcionava a Delegacia Especial da Mulher em São Luís-MA.

O Secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, falou que a nova estrutura física da SHPP é mais um passo importante para a segurança. “ Esta superintendência, que foi criada em nossa gestão, prioriza os trabalhos de investigação de casos de homicídios e de crimes contra a vida, automaticamente isso inibe a criminalidade, por reduzir a sensação de impunidade. O autor do homicídio sabe que será identificado e preso”, frisou Portela.
O novo enderenço agrega os Departamentos de Homicídios da Capital e do Interior, de Proteção à Pessoa e de Feminicídio. No total, 15 delegados atendem as demandas da comunidade maranhense na superintendência.
O Secretário disse ainda que o novo prédio é uma grande conquista da Polícia Civil em São Luís tanto para a sociedade quanto para os servidores, que a partir de agora, terão mais conforto para exercer suas funções e melhorar o atendimento à população.
Ainda em seu discurso o secretário anunciou que o Governo do Estado autorizou a reforma simultânea de 40 prédios de delegacias de Polícia Civil no interior do Maranhão, e que as obras estão todas em andamento, o que firma o compromisso do governo Flávio Dino com a pasta da segurança pública.Conclui!
                
                   
O vice-governador Carlos Brandão falou a reportagem SJNOTÍCIASMA, que a restruturação com reformas e construções de prédios nas secretarias de Estado tem sido uma constante no governo governo do Estado, que na segurança não esta sendo diferente. Agora mesmo estão sendo reformadas 40 delegacias. Ressaltou!
Disse que todo este trabalho está sendo feito, para dar melhores condições de trabalho aos servidores da segurança pública e ao mesmo tempo oferecer bons serviços e qualidade no atendimento da para as  pessoas que procuram as unidade segurança pública para despor desse trabalho.
Falou que o governo do Estado fez um grande investimento na área da segurança pública, houve um aumento de 40% no efetivo, reaparelhamento no sistema de segurança, com compras de novas viaturas, realização de cursos de capacitação para os militares, promoções, onde obtivemos a maior números de militares promovidos já visto no Estado, instalamos bases do CTA, em Presidente Dutra e Imperatriz e a soma desse grande tralho do Governador Flávio Dino, Junto ao Sistema de Segurança do Maranhão comandado pelo Delegado Jefferson Portela que tem realizado um grande trabalho na SSP, trouxe resultados positivos para o Maranhão na área da segurança pública, como por exemplo: Tiramos São Luís da lista das 50 cidades mais violentas do mundo e conseguimos reduzir o índice de criminalidade em todo o Estado. O Maranhão hoje, está aparelhado e preparado para combater a criminalidade na capital e no interior maranhense. Conclui!
Perguntado ao vice-governador se iria continuar como vice na Chapa do Governador Flávio Dino ele respondeu:
"Essa é uma discussão liderada pelo governador Flávio Dino, cabendo a ele no momento certo anunciar a sua decisão".
               
               
               
               
Fizeram-se presentes ao evento, o vice-governador Carlos Brandão e a cúpula do Sistema de segurança do Maranhão composta pelo Secretário de Estado da Segurança Pública Jefferson Portela, Delegado Geral Leonardo Diniz, Delegado Armando Pacheco Superintendente da SPCC, Delegado Dicival Gonçalves, Coordenador do Pacto Pela Paz, Coronel Luongo Guerra comandante da Polícia Militar do Maranhão, coronel Célio Roberto, comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, delegado Breno Galdino, Superintendente da SPCC Superintendente da SHPP, delegado Lúcio Reis, superintendente da SEIC, Nilmar da Gama, Perito Miguel Alves, Superintendente da Polícia Técnico Científica, assim como delegados e investigadores da Polícia Civil do Maranhão
                             





                       ASSISTAM AQUI AS ENTREVISTA

                                                        Vice-Governador  Carlos Brandão
                                         
                                         
                                       Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela

Delegado Lúcio Reis Superintendente da SHPP
                                         



SSP/MA - Secretaria de Segurança Pública do Maranhão

                                       

segunda-feira, 16 de abril de 2018

GOVERNO DO MARANHÃO CRUZA OS BRAÇOS E POLÍCIA CIVIL NÃO ELUCIDA ASSASSINATO DE PMs


Cabo PM Júlio César e Soldado Constantino

Até hoje familiares dos PMs maranhenses, Cabo Júlio César e Soldado Aberto Constantino esperam a elucidação do assassinato dos militares ocorrido no dia 17 de novembro de 2016, na cidade de Buriticupu-MA.

Segundo denúncias encaminhadas ao titular desse blog, os policiais foram torturados assassinados e tiveram seus corpos enterrados dentro de um veículo, em um enorme buraco aberto por ruma retro-escavadeira, em um terreno da fazenda de um político do PC do B, no povoado de Faíza, próximo a Buriticupu-MA.

No levantamento feito pelo Departamento de Jornalismo SJNOTÍCASMA a respeito do duplo assassinato dos  militares naquela cidade, fomos informados que no assassinato dos PMs estão envolvido praças e oficiais da PMMA inclusive coronel, delegado da Polícia Civil, um político daquela região e um empresário madeireiro, ambos pertencentes a uma organização criminosa que atuam na Região Tocantina, que estão protegidos por um grande político do Maranhão.

Consta ainda nas denúncias encaminhadas ao repórter investigativo Stenio Johnny, que a testemunha Dal, no final de novembro de 2016 ano em que os PMs foram assassinados, após prestar depoimento, desapareceu da cidade, sendo que até hoje ninguém sabe do seu paradeiro.

A Polícia Civil do Maranhão deu o caso por encerrado sem elucida-lo, os familiares dos PMs assassinados, chegaram enviar carta a Procuradoria Geral da República e ao STJ, solicitando a federalização do caso, mas até agora não tiveram  nenhuma resposta.

Uma outra carta foi enviada a ONU, a resposta desse organismo internacional, foi que o caso estava sendo acompanhando a distância e que a ONU só poderia intervir quando fossem esgotadas todas as investigações nas esferas, estadual e federal.

Diante de todos o descaso das autoridades a família não sabe mais a quem recorrer, esgotadas todas as chances a qui na terra, a família vive suplicando a Deus pela justiça divina na certeza que  ele no momento certo, faça com que esse crime seja elucidado e os culpados sejam processados julgados e condenados pelos crimes que cometeram.

Segundo os familiares dos Militares, o governador do Estado nada fez para cobrar da Polícia Civil reposta a esse duplo assassinato de militares no Maranhão. O governo simplesmente cruzou os braços, fez vistas grossas, empurrou com a barriga e lavou as mãos sobre o caso.

O assassinato desses militares é mais um escândalo que serviu de chacota para imprensa nacional. Um dia tudo vai ser descoberto e mais uma vez o governo comunista será escandalizado e responsabilizado por omissão na elucidação desse bárbaro crime que tirou a vida de dois PMs dois pais de famílias


                       

"Não confiamos mais na Polícia Civil do Maranhão, pois se eles quisessem realmente elucidar esse emblemático caso, já teriam elucidado.  A impressão que dá é que a polícia sabe de tudo, mas não faz nada, por cumprimento de ordem superior". 

Sabemos que além do envolvimento de praças, oficiais, delegado e um coronel da PMMA no assassinato dos militares, exitem também rumores da participação de um empresário e políticos aliados ao governo do Estado, ambos pertencentes a uma organização criminosa que atual naquela região, o que torna difícil a elucidação desse duplo assassinato. Afirma a família!

A Polícia Civil do Maranhão empurrou as investigações com a  barriga, , o governador, fez vistas grossas, deu as costas e lavou as mãos. A nossa única esperança está em Deus e na Polícia Federal. Disse a família.


VEJA AQUI CARTA DA FAMÍLIA DOS MILITARES, ENVIADA A PROCURADORA GERAL DA REPÚBLICA RAQUEL DODGE


lLMª Senhora Procuradora Geral da República

SENHORA DOUTORA: RAQUEL DODGE


Viemos da melhor forma, trazer ao conhecimento de Vossa Excelência, denúncia relativa ao assassinato de policiais militares, com ocultação de cadáveres na cidade de Buriticupu-MA, no dia 17 de novembro de 2016. Passados 11 meses, a Polícia Civil do Maranhão não conseguiu elucidar o caso, limitando-se apenas informar a nós familiares que temos que aguardar em casa, que o caso está sob segredo de justiça e que eles não trabalham sobre pressão.

Acontece Excelência, que temos percebido o descaso, inoperância e incompetência da Polícia Civil em relação a elucidação do assassinato dos militares, onde aparecem como suspeitos oficiais, praças da PM, delegado e políticos da região. Sendo que no dia 01 de junho foram presos três militares suspeitos, mas até agora nada foi feito. Por não ter provas suficientes para incrimina-los foram postos em liberdade.

Um Major PMM que seria o homem que comandava os esquemas ilícitos juntamente com outros militares daquela região, ainda não tiveram pedidos de prisão decretado. O Tenente Josué, suspeito de participar do assassinato dos militares, foi solto pela justiça por insuficiência de provas, devido a um inquérito mau feito, cheio de falhas e sem provas contundentes, pra completar o Tenente ainda foi promovido pelo Governo do Estado a pedido do Comandante Geral da PMMA.

O mais estranho de tudo Excelência, é o desaparecimento da única testemunha do caso, conhecido como Dal, que trabalhava como uma espécie de informante para os militares na cidade. Essa testemunha desapareceu logo após prestar depoimento na delegacia da cidade de Buriticupu-MA, sem que ninguém até hoje saiba o seu paradeiro.

No depoimento senhora Procurador Geral, a testemunha declinou os nomes dos envolvidos no desaparecimento dos policiais, que segundo informações extra oficiais, os PMs teriam sido mortos e seus corpos enterrados dentro de um carro no enorme buraco, que além do envolvimento dos militares como executores, teve a participação de político e um empresário madeireiro da região, que são acobertados por um grande político do Estado, que tem obstruído o trabalho da polícia na elucidação do caso.  Essas  informações nos deixaram tristes e sem esperança para solução do caso.

Diante da inoperância, incompetência da Polícia Civil do Maranhão e do descaso do Governo do Estado, que mesmo ouvindo o nosso clamor, não se sensibilizou e nem cobrou da polícia mais rigor nas investigações para elucidação desse misterioso crime que trata do assassinato dos militares com ocultação de cadáveres, viemos humildemente suplicar a Vossa Excelência:

01-Que a Procuradoria Geral da República se  digne a encaminhar, requerimento ao Superior Tribunal de Justiça(STJ), para que a corte superior determine que a nossa honrosa Polícia Federal, assuma as investigações desse emblemático caso do assassinato  dos Militares aqui em Buriticupu-MA.

02-Determine o afastamento da Justiça Militar, para que o processo passe a tramitar na Justiça  Comum.


Certos que Vossa Excelência irá se sensibilizar com o sofrimento das mães, filhos e esposas desses militares de já agradecemos.


OS FAMILIARES

Josefa Freire da luz Pereira
Mãe
Raimundo Nonato da Luz Pereira
Irmão
Paulo César da Luz Pereira
Irmão
Ana Claúdia Bezerra dos Reis
Ex-mulher e mãe de dois dos filhos do militar
Paulo Freire da Luz
Tio
Gilberto Constantino/Irmão
Antônio Santos Pereira
Pai
Joana Constantino sousa
Mãe do Soldado Alberto

Buriticupu  04 de outubro de 2017







                                     
                                         Operações Jornalísticas Investigativas Especiais
                                                                     OJIE




                                                                  Por: Stenio Johnny
                                                           Repórter Investigativo
                                                                  RI/RPJ-MA 0001541

PPL 54 DO MARANHÃO REALIZA LANÇAMENTO DA PRÉ-CANDIDATURA DO PROFESSOR LIMA A DEPUTADO FEDERAL

                             

Foi realizado na tarde do sábado(14), no hotel Abbeville em São Luís-MA, evento alusivo a pré-candidatura do professor Lima a deputado federal pelo Partido Pátria Livre 54(PPL), o evento contou com a participação de 45 lideranças de bairros da região metropolitana de São Luís-MA.

Estiveram presentes ao evento. O presidente do PPL no Maranhão, Magnífico Reitor do Instituto Federal do Maranhão, professor Roberto Brandão, Élcio Garcia, vice-presidente estadual e candidato a deputado estadual pelo partido, Agenor Filho secretário Geral do PPL no Estado, Dr. Willian Lindoso, tesoureiro do partido, o ex-secretário da SGRIMA,  e pré candidato a deputado estadual pelo PDT, Márcio Honaiser e o vice-prefeito da cidade de Humberto de Campos, Zé Maria Lima 

                          

                          

                         
                          
                             

A reportagem SJNOTÍCIASMA esteve presente ao evento, oportunidade em que conversou com o professor Lima pré-candidato a deputado federal pelo PPL 54, com o presidente do Partido Reitor Roberto Brandão, Dr. Márcio Honaiser, ex-secretário de governo e pré-candidato a deputado estadual pelo PDT e  o secretário geral do PPL no Maranhão Agenor Filho.


ASSISTAM AQUI AS ENTREVISTAS





ROBERTO BRANDÃO PRESIDENTE DO PP-MA
                                               

               PROFESSOR LIMA PRÉ-CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL PELO PPL


MÁRCIO HONAISER EX- SECRETÁRIO DA SAGRIMA
                                        

AGENOR FILHO SECRETÁRIO GERAL DO PPL-MA
                                        



       


                                          
                                            Operações Jornalísticas Investigativas Especiais
                                                                             OJIE




                                                                      Por: Stenio Johnny
                                                           Radialista/Repórter Investigativo
                                                                      RI/RPJ-MA 0001541

FEMINICÍDIO | Homem acusado por morte da ex-companheira é condenado a 20 anos de reclusão


                               Sessão do Tribunal do Júri foi realizada na manhã desta sexta-feira 13, no Fórum Des. Sarney Costa.

Foi condenado a 20 anos de reclusão em regime fechado o pedreiro Ivar de Matos, 43. Ele foi acusado de assassinar a ex-companheira Andrea Miranda Teixeira, 36, a golpes de facão e uso de martelo, no final da tarde do dia 21 de junho de 2017, na residência dele, no bairro Coroadinho. Após o julgamento, que ocorreu nesta sexta-feira (13), na 1ª Vara doTribunal do Júri, o réu, que já estava preso desde a data do crime, foi encaminhado para a Penitenciária de Pedrinhas, sem direito a recorrer da decisão em liberdade. Vítima e acusado viveram juntos por cerca de 16 anos; tiveram duas filhas, hoje com 11 e 12 anos; estavam separados há três semanas; e o homem não aceitava a separação.
A sessão de júri popular começou por volta das 9h15, no salão localizado no primeiro andar do Fórum Des. Sarney Costa (Calhau) e foi presidida pelo juiz titular da 1ª Vara do Júri, Osmar Gomes dos Santos. Atuou na acusação o promotor de Justiça Luís Carlos Correa Duarte, e na defesa o defensor público Adriano Jorge Campos. A mãe da vítima, Ana Paula Miranda, outros familiares e amigos acompanharam o julgamento.
Tanto o Ministério Público quanto a defesa dispensaram os depoimentos das quatro testemunhas presentes no julgamento, por entenderem que elas já haviam sido ouvidas durante a instrução processual e não entraram em contradição e também por se tratar de réu confesso. Ivar de Matos não quis falar durante o júri e exerceu o direito constitucional de permanecer em silêncio total. Ele fora preso em flagrante e teve a prisão convertida em preventiva. Na sentença desta sexta-feira (13), o juiz manteve a prisão preventiva e negou-lhe o direito de recorrer da decisão em liberdade.
FEMINICÍDIO -  Os jurados condenaram Ivar de Matos pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe e feminicídio. A Lei nº 13.104/2015 alterou o artigo 121 do Código Penal, para prever o feminicídio como circunstância qualificadora do crime de homicídio.
Para aplicação da pena, o juiz Osmar Gomes dos Santos considerou as circunstâncias judiciais em desfavor do acusado e a qualificadora do feminicídio, que traduz o homicídio contra mulher por razões da condição de sexo feminino, seja no contexto de violência doméstica e familiar ou de menosprezo e discriminação à condição de mulher. “E que trouxe grande avanço para a sociedade ao contribuir para a inserção dos direitos femininos e proteção da mulher em relação aos preconceitos que muitas vezes sofrem de uma parcela de homens que acreditam que estas não possuem direitos iguais aos seus, e por isso devem subordinar-se a eles, sendo dever da justiça proteger as mulheres de qualquer prática que coloque em risco seus direitos fundamentais à dignidade, à liberdade, à vida e à segurança”, afirmou o magistrado na sentença.
O CRIME - Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual, após ferir a golpes de facão a ex-companheira, Ivar de Matos teria fugido do local. Policiais militares que faziam rondas na Avenida dos Africanos o encontraram ensanguentado passando em uma bicicleta e usando um facão. Ao ser abordado, o suspeito teria tentado fugir, mas foi detido e como estava com uma das mãos sangrando foi levado para atendimento em unidade de saúde e depois autuado em flagrante. Ao ser questionado sobre a autoria do fato, o homem confessou o crime.
Andrea Miranda Teixeira teve partes das mãos decepadas, sendo socorrida por vizinhos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital. Oassassinato ocorreu na casa do acusado para onde a vítima tinha ido pegar um fardamento de trabalho que deixara naquela residência.Ela estava morando com a mãe no bairro São Francisco.

Processo nº 95462017.

Núcleo de Comunicação do Fórum Des. Sarney Costa.

GOVERNO COMUNISTA ESTÁ CORROÍDO PELA CORRUPÇÃO NO MARANHÃO



ONDE ESTÃO OS 18 MILHÕES DESVIADOS DA SAÚDE NO MARANHÃO

O governo comunista meio a tantos escândalos, começa a corroer. A mídia vermelha tenta de todas as formas tapar o sol com a peneira comunista mais de nada adianta, pois os buracos deixados pelo rombo no governo são maiores do que se possa imaginar.

Os comunistas pregaram a  transparência, a moralidade e os bons costume no "Governo da Mudança", para enganar o povo que caiu nos bons papos e doutrinas comunista elegendo Flávio Dino governador do Maranhão,

O que se ver hoje, é um governo corroído pela corrupção envolvendo, políticos governistas, aliados, secretários de governos e amigos pessoais do governador, o que deixou o Governo da mudança, sem credibilidade e sem esperança para o povo do Maranhão.


                                                      Mercadorias contrabandeadas

De todos os escândalo envolvendo gestores e políticos da base governistas, dois se destacam pela magnitude do esquema de corrupção e pelo fato de estarem sendo investigados pela Polícia Federal, por serem considerados crimes da esfera federal. São eles:

O contrabando de mercadorias importadas do Suriname no valor de 100 milhões de reais, onde a envolvimento de policiais militares, delegado, advogado, políticos, evolvimento de grandes empresários  e de suposto envolvimento de um secretário de governo, sendo que até agora só estão presos um delegado, militares e alguns peixes pequenos integrantes dessa quadrilha de contrabandistas. 

Até hoje a imprensa aguarda a divulgação dos nomes dos políticos aliados ao governo, secretário de governo e os nomes dos grandes empresário que comandavam esse esquema que iria render mais de 300 milhões de lucro para essa organização criminosa que continua sendo investigada pela PF.

O segundo escândalo, trata-se do desvio de mais de 18 milhões de verbas  federais destinados a saúde no Maranhão, onde uma operação realizada pela eficiente Polícia Federal teve como resultado, prisões de políticos, servidores e um  medico, a maioria dos envolvidos amigos de confiança do governador do Maranhão que atuavam na área da saúde no Estado.

     Secretários do governo supostamente envolvidos no caso SES


Dentre os que participaram do esquema do desvio de verbas da SES, estava o médico Mariano Castro encontrado morto em sua residência  em Teresina(PI), não se sabendo ainda se a causa mortis, seria asfixia decorrente de uma ação suicida por parte do médico ou um assassinato forjado por aqueles que se sentiram ameaçados pela carta delação, escrita por Mariano Castro antes de ser encontrado morto.


Cabe agora esperarmos o desenrolar dos exames periciais que Estão sendo realizadas, pelo IML de Teresina para determinar a causa mortis do médico Mariano Castro e resultado das investigações da Polícia Federal. 

Veja o que disse o médico Mariano Castro em um trecho da carta de delação divulgada pela imprensa.

"Conversa com Rafael e Thiago, para Pinto e Tema ir a Lula da SES e Flávio Dino, a culpa não pode ficar só comigo".

São dois grandes escândalos de corrupção no governo comunista que estão sendo investigados pela PF, onde aparecem gestores da administração pública, servidores civis, militares, empresários, amigos do governador Flávio Dino e secretários de Estado com nomes citados por suposto envolvimento nesse dois esquema de corrupção no "Governo da Mudança", que virou uma lambança.



                                  
                                      Operações Jornalísticas Investigativas Especiais
                                                                    OJIE




                                                                  Por: Stenio Johnny
                                                           Repórter Investigativo
                                                                  RI/RPJ-MA 0001541